Tema: Os efeitos do preconceito racial na sociedade brasileira – Enem

  • 0

Na série “As visões da Raven” protagonizada por Raven Symoné, em um dos episódios a personagem Raven, perde uma vaga de emprego em uma loja pelo fato de ser negra. Fora da esfera ficcional, vê-se que a obra adota o preconceito racial no Brasil, fatores evidenciados tanto no enraizamento do estigma às pessoas negras, quanto na negligência governamental.

Diante desse cenário, vale destacar que o legado histórico agrava esse panorama caótico na conjuntura brasileira. Esse estado habitual é grave, visto que se veerbera desde os séculos passados até o Brasil hodierno e afeta diretamente as classes sociais menos favorecidas, criando um cenário social, intelectual e político propício à propagação do racismo estrutural. Sob esse viés, é fulcral destacar o pensamento do físico alemão Albert Einstein, o qual afirma que, é mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito. Mostra-se assim, que essa chaga é um problema com raízes históricas.

Outrossim, é essencial citar a omissão estatal como um dos principais fatores da propagação da discriminação racial. Nesse sentido, Gilberto Dimenstein, em sua obra “O cidadão de papel”, o qual afirma que a atuação do governo em sua legislação, aparenta ser completa na teoria, muitas vezes não é concretizada na prática, deixando os direitos do cidadão apenas no “papel”. Sob essa lógica, o preconceito racial, representa um assunto negligenciado, tal como denunciou Dimenstein haja visto a ausência de orientações e punições acerca, por exemplo, do cyberbullying – uma das formas encarnadas pelo racismo. Assim, enquanto a carência de ações do governo se mantiver, a nação verde-amarela será obrigada a conviver com uma grande miséria contemporânea: o preconceito racial.

Portanto, é imprescindível superar os danos do preconceito racial no Brasil. Diante disso, cabe ao Ministério da Igualdade Racial – órgão importante na equidade dos cidadãos – em união ao Ministério da Educação criar um projeto de base educacional intitulado “Irmãos do Brasil”. Tal projeto deverá por meio de cursos e palestras nas escolas desde o ensino fundamental, apresentar e incentivar a igualitarização da raça, a fim de frear as heranças históricas deixadas pelo preconceito. Esse projeto diminuirá o racismo no Brasil. Afinal, como em “As visões da Raven”, toda e qualquer pessoa merece o respeito e a igualdade como direitos universais.

Compartilhar

3 Correções

  1. Introdução: “Na série “As visões da Raven”(1)protagonizada por Raven Symoné, em um dos episódios a personagem Raven, perde uma vaga de emprego em uma loja pelo fato de ser negra. Fora da esfera ficcional, vê-se que a obra adota o preconceito racial no Brasil, fatores evidenciados tanto no enraizamento do estigma às pessoas negras, quanto na negligência governamental.”

    (1) Tem uma vírgula

    Desenvolvimento 1: “Diante desse cenário, vale destacar que o legado histórico agrava esse panorama caótico na conjuntura brasileira. Esse estado habitual é grave, visto que se veerbera desde os séculos passados até o Brasil hodierno e afeta diretamente as classes sociais menos favorecidas, criando um cenário social, intelectual e político propício à propagação do racismo estrutural. Sob esse viés, é fulcral(1) destacar o pensamento do físico alemão Albert Einstein, o qual afirma que,(2) é mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito. Mostra-se assim, que essa chaga é um problema com raízes históricas.(3)”

    (1)- aqui você poderia ter simplesmente utilizado a palavra “importante” ou “imprescindível “. São palavras que tem significados iguais só que de mais fácil compreensão.

    (2)- Não tem vírgula aí.

    (3)- faltou uma finalização do parágrafo. Você poderia ter finalizado. “Assim, devido uma falha nos preconceitos da sociedade, a problemática perdura no país. ”

    Desenvolvimento 2: ” Outrossim, é essencial citar a omissão estatal como um dos principais fatores da propagação da discriminação racial. Nesse sentido, Gilberto Dimenstein, em sua obra “O cidadão de papel”, o qual afirma (1) que a atuação do governo em sua legislação, aparenta ser completa na teoria, muitas vezes não é concretizada na prática, deixando os direitos do cidadão apenas no “papel”. Sob essa lógica, o preconceito racial, representa um assunto negligenciado, tal como denunciou Dimenstein haja visto a ausência de orientações e punições acerca, por exemplo, do cyberbullying – uma das formas encarnadas pelo racismo. Assim, enquanto a carência de ações do governo se mantiver, a nação verde-amarela será obrigada a conviver com uma grande miséria contemporânea: o preconceito racial.”

    (1)- não há necessidade de colocar “na qual afirma” precisaria só colocar “afirma…”

    Conclusão: ” Portanto, é imprescindível superar os danos do preconceito racial no Brasil. Diante disso, cabe ao Ministério da Igualdade Racial – órgão importante na equidade dos cidadãos – em união ao Ministério da Educação criar um projeto de base educacional intitulado “Irmãos do Brasil”. Tal projeto deverá por meio de cursos e palestras nas escolas desde o ensino fundamental, apresentar e incentivar a igualitarização da raça, a fim de frear as heranças históricas deixadas pelo preconceito. Esse projeto diminuirá o racismo no Brasil. Afinal, como em “As visões da Raven”, toda e qualquer pessoa merece o respeito e a igualdade como direitos universais.”

    Tá ótimo ❤

    • 2
  2. Olá! Espero que esteja bem.
    Introdução:
    Na série “As visões da Raven” protagonizada por Raven(1) Symoné, em um dos episódios a personagem Raven(1),(2) perde uma vaga de emprego em uma loja pelo fato de ser negra. Fora da esfera ficcional, vê-se que a obra adota o preconceito racial no Brasil, fatores evidenciados tanto no enraizamento do estigma às pessoas negras, quanto na negligência governamental.

    (1) Achei que você repetiu muitas vezes o nome “Raven”. Poderia ter escrito dessa forma:
    “Na série ‘As visões da Raven’, em um dos episódios a protagonista perde uma vaga de emprego em uma loja pelo fato de ser negra.”
    (2) É um grave erro gramatical separar o sujeito (a personagem) do verbo da oração (perde). O correto seria sem a vírgula: “a personagem perde uma vaga de emprego em uma loja pelo fato de ser negra”.
    Afora isso, ótima contextualização, “linkando” com o cenário brasileiro e antecipando os argumentos. Além disso, o uso do conectivo “tanto …, quanto …” é bem promissor, incentivo que continue utilizando.

    D1:
    “Diante desse cenário, vale destacar que o legado histórico agrava esse panorama caótico na conjuntura brasileira. Esse estado habitual é grave, visto que se veerbera(3) desde os séculos passados até o Brasil hodierno e afeta diretamente as classes sociais menos favorecidas, criando um cenário social, intelectual e político propício à propagação do racismo estrutural. Sob esse viés, é fulcral destacar o pensamento do físico alemão Albert Einstein, o qual afirma que,(4) é mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito. Mostra-se (5) assim, que essa chaga é um problema com raízes históricas.”
    (3) veerbera => reverbera
    (4) Uso inadequado da vírgula, separando o verbo (afirma) do seu objeto direto (que é mais fácil […]).
    (5) É necessário separar o conectivo do restante da frase por vírgula. “Mostra-se, assim, que essa chaga é um problema com raízes históricas.”
    Salvo esses detalhes, gostei bastante da estruturação do seu desenvolvimento. Boa escolha de conectivo “Diante desse cenário”. Tópico frasal adequado. Achei bem interessante o uso de repertório com Einstein, desperta a curiosidade e passa uma boa impressão ao seu corretor.

    D2:
    “Outrossim, é essencial citar a omissão estatal como um dos principais fatores da propagação da discriminação racial. Nesse sentido, Gilberto Dimenstein, em sua obra ‘O cidadão de papel’, o qual(6) afirma que a atuação do governo em sua legislação,(7) aparenta ser completa na teoria, muitas vezes não é concretizada na prática, deixando os direitos do cidadão apenas no ‘papel’. Sob essa lógica, o preconceito racial,(8) representa um assunto negligenciado, tal como denunciou Dimenstein(9) haja visto(10) a ausência de orientações e punições acerca, por exemplo, do cyberbullying – uma das formas encarnadas pelo racismo. Assim, enquanto a carência de ações do governo se mantiver, a nação verde-amarela será obrigada a conviver com uma grande miséria contemporânea: o preconceito racial.”
    (6) Não necessitava escrever “o qual” aqui, como a colega Geovanna já citou.
    (7) Suponho que você tenha desejado escrever: “a atuação do governo em sua legislação, que aparenta ser completa na teoria, muitas vezes não é concretizada na prática, deixando os direitos do cidadão apenas no ‘papel’.”
    (8) A vírgula está separando sujeito (preconceito racial) do verbo (representa). Isso é incorreto, não deve haver vírgula ali.
    (9) Aqui deveria ter colocado vírgula, para preceder a explicação “haja vista…)
    (10) “Haja vista” é uma locução verbal invariável, que não admite flexão de gênero nem de número, qualquer que seja o elemento a que se refira.
    No restante, a estrutura está muito boa. Tópico frasal, repertório, argumentos, conectivos e conclusão bem elaborados.

    Conclusão:
    “Portanto, é imprescindível superar os danos do preconceito racial no Brasil. Diante disso, cabe ao Ministério da Igualdade Racial – órgão importante na equidade dos cidadãos – em união ao Ministério da Educação criar um projeto de base educacional intitulado ‘Irmãos do Brasil’. Tal projeto deverá (11) por meio de cursos e palestras nas escolas desde o ensino fundamental, apresentar e incentivar a igualitarização da raça, a fim de frear as heranças históricas deixadas pelo preconceito. Esse projeto diminuirá o racismo no Brasil. Afinal, como em “As visões da Raven”, toda e qualquer pessoa merece o respeito e a igualdade como direitos universais.”
    (11) Vírgula deve preceder “por meio de”, já que isso indica oração explicativa.
    Excelente conclusão! Agente, ação, meio, finalidade e detalhamento estão todos aí, além do tópico frasal e conclusão retomando a contextualização inicial. Perfeito!

    Nota que eu daria de acordo com as cinco competências do ENEM.
    I: 160 pontos
    Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita.

    II: 160 pontos
    Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
    Apenas tome cuidado: o tema da redação é a frase inteira “Os efeitos do preconceito racial na sociedade brasileira”, e não somente “O preconceito racial na sociedade brasileira”. Você falou muito mais sobre as causas do que sobre os efeitos, e não teria problema, se a palavra “efeitos” não estivesse na frase temática. Preste atenção a cada palavra dessa frase, e tente repeti-las ao longo do texto com sinônimos, para garantir que não fugirá do tema e para evidenciar ao corretor que você está tratando do assunto solicitado.

    III: 200 pontos
    Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista. Coerência e plausibilidade entre as ideias apresentadas no texto, o que é garantido pelo planejamento prévio à escrita, ou seja, pela elaboração de um projeto de texto.
    O texto deve apresentar, claramente, uma ideia a ser defendida (tese, na introdução) e os argumentos que justifiquem a posição assumida em relação à temática da proposta da redação. No primeiro parágrafo, é super recomendável antecipar os argumentos do D1 e D2, mas eu recomendo que não faça disso a sua tese (posso estar errada quanto a isso). Sugiro que elabore uma frase e então os argumentos servirão para justificá-la.

    IV: 200 pontos
    Articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos (conectivos). Unicamente houve repetição do termo “assim” no fechamento dos dois parágrafos de desenvolvimento, mas talvez os corretores nem considerassem isso significativo. Eu recomendaria trocar o segundo “assim” (no D2) por “Dessa forma”.

    V: 200 pontos
    Elabora muito bem proposta de intervenção, de forma detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

    Nota final: 920. Parabéns!

    • 1
  3. Olá, como vai?
    A redação está muito boa, há apenas alguns detalhes a serem corrigidos.
    Adorei o repertório usado, demonstra criatividade e facilidade em se adequar ao tema usando um repertório do dia a dia.
    Atente-se a repetições de palavras, como “Raven” e ao uso da virgula, em alguns momentos notei a falta dela.

    • 0

Você precisa fazer login para adicionar uma correção.