Olá, vestibulando! Tudo bem? :)

A redação, muitas vezes, é a causadora de muitas dúvidas e expectativas para estudantes. Por esse motivo, podemos chegar à seguinte indagação: existe fórmula para a Redação do Enem? A resposta é não. Certamente, para se produzir um texto, pode-se elaborar estratégias para elaborar a dissertação argumentativa em prosa, mas…

 

… não há nenhuma fórmula mágica a ser decorada.

Para escrever uma boa redação, é preciso estruturar as ideias em um projeto de texto e, depois, construir o texto com a percepção de ir melhorando a linguagem. Esse processo, com certeza, o fará escrever mais de uma vez o mesmo texto, mas isso não é ruim. Na verdade, é algo que vai te ajudar a aprender a escrever de fato e, assim, alcançar o nível que a banca exige. Ou seja, não existe fórmula mágica, como dissemos, mas muito trabalho!
Então, para conseguir escrever uma redação nota 1000 (nota máxima no Enem), em regras gerais, será necessário seguir as seguintes etapas:

1- O preparo de um projeto de texto com ponto de vista (tese), argumento 1 (um) e argumento 2 (dois) e/ou argumento 3.

Vejamos um exemplo:

Se o tema for POBREZA NO BRASIL, pode-se fazer o seguinte projeto de texto:

 

TeseA pobreza no Brasil ainda está concentrada predominantemente nas regiões Norte e Nordeste.

Argumentos:

  1. A pobreza no meio rural do Norte-Nordeste ainda assusta.
  2. A desigualdade de distribuição de renda nessas regiões.
  3. Problemas com terra insuficiente, trabalho informal e residências insalubres são persistentes.

 

O desenvolvimento argumentativo deve ser construído em cima de cada um dos argumentos supracitados e, por fim, a conclusão expondo a proposta de intervenção.

2- Treino (produzir um rascunho com base no esquema apresentado acima).

l

Nesse momento, treinar a escrita de redações é a melhor maneira de verificar se o trabalho com o tema e a construção dos argumentos estão coerentes e coesos. Assim, para se chegar ao sucesso esperado, o ideal é ter o compromisso de escrever semanalmente para aprimorar a ortografia, verificar desvios gramaticais e, principalmente, para entender como você poderá desenvolver o que será proposto na prova de maneira autoral.

Por meio desse treino, você conseguirá um resultado satisfatório, pois sabemos que o planejamento do texto antes de escrevê-lo de fato e a reescrita após a correção são processos cruciais para o aprimoramento dos seus textos. Nesse sentido, é importante que você crie o hábito de incluir a redação como parte de sua rotina de estudos.

3- Colocar a sua redação finalizada para ser avaliada por um professor especialista.

 

Feita as etapas mencionadas acima, é hora de enviar o seu texto para que um professor de Língua Portuguesa possa verificar se você está produzindo um texto crítico e reflexivo sobre o tema proposto. Na correção, o professor mostrará caminhos para uma construção e ordenamento de informações adequadas com o seu posicionamento, ou seja, com a sua tese em relação ao tema.

Outro ponto importante no processo de correção é avaliar se as informações seguem sequência lógica de dados e fatos. Caso estes não estejam claros e objetivos, pode haver quebra na argumentação, o que prejudica tanto o desenvolvimento argumentativo, como o trabalho com o tema. Além disso, o professor também observará se há erros de ortografia e desvios gramaticais.

Por fim, o professor examinará como você elaborou a resolução da problemática. A dificuldade nessa etapa da correção é que o aluno, às vezes, não consegue construir uma proposta condizente com a argumentação apresentada no desenvolvimento. Então, cabe ao professor auxiliar na produção de ações fortes com bom detalhamento.

Esses três caminhos que foram explicados fazem parte de um processo de aprendizado da escrita, que deve ser considerado como um projeto a longo prazo. Os esforços, portanto, devem ser realizados o mais cedo possível. Para que isso ocorra, a motivação e a persistência devem estar sempre presentes, pois não se consegue bons resultados sem antes acreditar e tentar buscar meios para que isso efetivamente aconteça.

Assim, em regras específicas, é necessário que você passe por algumas fases essenciais até chegar à escrita reflexiva no dia da prova. Destacamos algumas regras aqui, ou melhor, conselhos, que irão te ajudar a melhorar a sua escrita e se disciplinar quanto à mesma. Vejamo-las:

  1. Preparar um ambiente limpo, confortável e silencioso, se possível;
  2. Pesquisar o tema que você vai escrever. Registre todas as informações possíveis;
  3. Escrever o que você aprendeu do tema em tópicos;
  4. Selecionar três ideias importantes;
  5. Argumentar sobre essas três ideias importantes;
  6. Escolher a ideia que mais chamou a sua atenção;
  7. Produzir seu texto com introdução (ponto de vista e contextualização do tema), desenvolvimento (argumentação com informações, opiniões, citação de especialista, dados de pesquisa, etc.) e a conclusão (proposta de intervenção com dois ou três agentes de solução), conforme solicitado pelo ENEM.

Como é observado, escrever requer bons hábitos e muita prática. A realização de cada etapa acima é árdua, mas necessária para a construção de um bom texto.

Bons estudos!

Chegou a hora de colocar isso em prática!

Você sabia que é possível treinar redação gratuitamente no nosso aplicativo? Envie suas redações para nossa comunidade e participe ajudando seus colegas com correções, também. Ah, e se preferir, nossos professores podem corrigir suas redações se você aderir a um plano de assinatura opcional!

Lembre-se: antecedência é a chave do sucesso em redação! Os melhores alunos não deixam para depois, então vale a pena imitá-los ;)