Olá, vestibulando! Tudo bem? :)

Nas provas de redação de vestibular, muitos alunos acabam buscando fórmulas prontas para produzir o seu texto. Como já dissemos e continuaremos a dizer: não existe fórmula para fazer redação! Para aprimorar a escrita, a única solução é muita leitura e muita prática. Porém, não adianta escrever um milhão de textos sem que você tenha uma avalição deles, principalmente quando se trata de redação voltada para vestibular.

Tendo em vista o aperfeiçoamento da escrita por meio da prática, aqui na EscreverOnline temos uma área gratuita do site destinada à comunidade de vestibulandos, os quais podem enviar suas produções, que serão comentadas por outros membros. Essa interação entre os participantes da comunidade incentiva a prática da escrita, além da conscientização de que sempre escrevemos para alguém, para um interlocutor! Tal comunidade, portanto, mostra uma participação ativa que contribui de modo proveitoso para o incentivo da escrita.

Há vestibulares diversos pelo Brasil como, por exemplo, FUVEST, Unicamp, UNESP e o mais popular, o ENEM, que abrange todo o território nacional. Devido ao fato do ENEM se tratar do maior exame nacional, iremos apresentar aqui um modelo de correção voltado para essa prova. Isso o ajudará a compreender melhor a importância da correção das redações para o seu aprimoramento da escrita.

O ENEM avalia os textos em cinco competências e, por isso, para se dar bem nesse exame é preciso conhecer a estrutura do gênero dissertativo, bem como as especificidades dos critérios. Segue, abaixo, um exemplo de correção.

OBS: Os trechos apresentados abaixo foram criados por nossa equipe como efeito de ilustração.

Exemplo: Tema da redação do ENEM 2016:

 “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”.

Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa

Trecho:

A intolerancia é a principal causa de violência no Brasil, acontece que as pessoas não demonstra respeito ao livre direito de cada pessoa seguir suas escolhas.

Correção:

Há falhas de acentuação, concordância e desvio de ortografia: intolerância e demonstram.

Falha de vocabulário.

Repetição do vocábulo: “pessoas”, podendo alterar por cidadãos ou indivíduos.

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Trecho:

Há diversas maneiras de coagir e desrespeitar o direito de cada cidadão, ou seja, uma das formas mais inaceitáveis é através da intolerância, a qual não tem limite com idade, escolaridade e nem situação econômica. Dessa forma, quem realiza agressão perante a religião do outro não apresenta conhecimento sobre a lei.

Correção:

Perceba que a argumentação está de acordo com o tema, entretanto não acrescenta áreas de conhecimento para sustentar as informações. Portanto, para que este trecho melhore em relação ao critério do ENEM, é preciso acrescentar, de forma contextualizada, reflexões de áreas de conhecimento como dados estatísticos, estudo de caso à luz da sociologia e fatos históricos, por exemplo.

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Trecho:

Há dados divulgados sobre agressões (insultos e coação) feitas por grupos de pessoas contra religiosos pertencentes somente ao candomblé. Essa atitude é humilhante e vergonhosa e precisa ser investigada para evitar futuros atos desagradáveis e seguir o que consta na Constituição.

Correção:

Quanto à organização, faltam informações para que as ideias sejam mais sustentadas. Uma boa maneira de estruturar a argumentação é pesquisar e trabalhar ações de movimentos ou de representantes de denominações religiosas que comentem atos de intolerância religiosa ao explorar e divulgar, principalmente, conteúdos contendo discurso de ódio em redes sociais. Outra questão é o uso de “somente”, pois essas agressões são direcionadas a todos afrodescendentes e não apenas para aqueles que são da religião candomblé.

Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção de argumentação.

Trecho:

A intolerância ocorre através de atos verbais e/ou físicos sem a devida conscientização da falta de respeito com o outro. Acontecem com frequência e são noticiados nos telejornais. Esses atos trazem danos irreparáveis para quem sofre a agressão.

Correção:

Há quebra de informação, pois não foram utilizados elementos coesivos para continuar a progressão textual e há falta de sumarização. O texto poderia ficar mais objetivo se fosse construído da seguinte forma:

A intolerância religiosa é noticiada na mídia, com frequência, através de atos verbais e/ou físicos, sem a devida noção de respeito para com o outro. Com efeito, isso traz danos irreparáveis.

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Trecho:

Portanto, se as pessoas buscarem o apoio do poder público e de seus direitos, essas agressões podem ser evitadas. É importante também que a população se conscientize e passe a respeitar cada pessoa e suas escolhas isso independente de religião ou poder econômico.

Correção:

A proposta de intervenção não foi elaborada de modo claro, pois o agente “pessoas” é algo geral e, nesse sentido, não se especifica quem são essas pessoas. Outro ponto fraco desta proposta é a espera de conscientização que não traz de fato uma sugestão eficaz. Dessa forma, para melhorar esse critério, é necessário apresentar agentes sociais e ações que estes podem executar, assim como explicitar as consequências dessas ações.

Finalizamos aqui os comentários com base nos critérios do ENEM, todos realizados tendo em mente cada critério dessa importante prova. Os professores de produção de texto poderão te ajudar muito a compreender como escrever um texto com base nas demandas do ENEM, assim como de qualquer outro vestibular. Isso pode contribuir para um maior aperfeiçoamento na escrita e realçar o poder crítico e lógico na composição de um bom texto.

Bons estudos!
Profa. Denise

Chegou a hora de colocar isso em prática!

Você sabia que é possível treinar redação gratuitamente no nosso aplicativo? Envie suas redações para nossa comunidade e participe ajudando seus colegas com correções, também. Ah, e se preferir, nossos professores podem corrigir suas redações se você aderir a um plano de assinatura opcional!

Lembre-se: antecedência é a chave do sucesso em redação! Os melhores alunos não deixam para depois, então vale a pena imitá-los ;)